PAGAMENTO NO CARTÃO DEVE TER PREÇOS DIFERENTES?



PAGAMENTO NO CARTÃO DEVE TER PREÇOS DIFERENTES?

O jornal Folha de São Paulo trouxe a discussão sobre a permissão para que comerciantes cobrem preços diferenciados para pagamento com cartão ou em dinheiro. Discuta com seus alunos e ensine economia básica.


Público alvo – Ensino Médio

OBJETIVOS:
Traduzir os conhecimentos sobre a pessoa, a sociedade, a economia, as práticas sociais e culturais em condutas de indagação, análise, problematização e protagonismo diante de situações novas, problemas ou questões da vida pessoal, social, política, econômica e cultural. (PCN Ensino Médio)
A economia na prática e a liberdade da oferta e da procura
Juros, cartões de crédito, compra e venda, lei da oferta e da procura, economia e sistema bancário.
Ler e interpretar textos e gráficos. Pesquisar em diferentes meios de informação.
Reconhecer as formas de pagamentos dos produtos e conscientizar-se dos problemas econômicos na sociedade moderna.
METODOLOGIA:
1. Apresente os textos indicados a seguir, publicados na Folha de São Paulo: 
(lembre-se que é sempre importante portar dicionários para que os alunos pesquisem as palavras desconhecidas)
2. Discuta com os alunos os argumentos favoráveis ou não. Sonde a opinião dos alunos sobre este tema.
3. Apresente os gráficos abaixo para enriquecer a discussão
Pagamento com cheque e cartão
Cartões de crédito
4. Separe os alunos em grupos e solicite a seguinte pesquisa:
Cada grupo deverá entrevistar 10 comerciantes e realizar uma breve entrevista sobre o assunto tratado.
Como sugestões de perguntas, seguem-se:
A – O Sr. concorda com o projeto de lei que permite ao comerciante cobrar preços diferenciados para pagamentos com cartão ou em dinheiro?
B – O Sr. tem liberdade para negociar preços com os seus clientes?
C – Quanto (em porcentagem) o sr. paga sobre as vendas com o uso do cartão?
5. O grupo de alunos deverá compilar as respostas e criar gráficos explicativos (setogramas, por exemplo). Os gráficos poderão ser expostos em um mural (solicite a ajuda de um professor de matemática, se julgar necessário).
6. Solicite uma redação (individual) argumentativa sobre o assunto tratado.
AVALIAÇÃO:
Produção das pesquisas solicitadas (avalie a participação, organização e interesse do grupo).
Produção textual (observe o emprego dos conceitos tratados em sala, a clareza sobre o assunto tratado e a sua argumentação – cuidado para não avaliar a opinião do aluno, mas sim a argumentação).

Postagens Relacionadas

About the Author

Ivan Guedes

Prof. Dr. Ivan Claudio Guedes, Geógrafo e Pedagogo. Professor de Geografia na educação básica e Docente do curso de Pedagogia da Faculdade Progresso. Coloca todo o seu conhecimento a disposição de alunos acadêmicos, pesquisadores, concursantes, professores, profissionais da educação e demais estudantes que necessitam ampliar seus conhecimentos escolares ou acadêmicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *