Mundo ao contrário HETEROFOBIA



Compartilhe com seus amigos

Mundo ao contrário HETEROFOBIA

Ponha-se no lugar do outro e aprenda a conviver em sociedade!

heterofobia

 

O curta Heterofobia: o mundo ao contrário, traz uma grande oportunidade de refletir sobre a diversidade social. O mundo intolerante e preconceituoso é construído sobre a perspectiva inversa. E se o dito “normal” fosse ser gay?

Trazer essa discussão para a sala de aula nada mais é do que contextualizar um problema cotidiano. Quantos dos nossos alunos não passam por essa situação?
Optei por apresentar uma sequência didática sobre a intolerância, mas é possível construir outras sequências a partir de diversos outros pontos que podem ser explorados no vídeo.
Podem colocar as críticas e as sugestões abaixo.
Um forte abraço,
Ivan

Sequência didática

Tempo de aula previsto: 5 aulas de 50 minutos
Conteúdos conceituais:
Homossexualidade – Heterossexualidade – identidade de gênero – Família –Bullyng – Heterofobia
Conteúdos procedimentais:
Ler diferentes textos – leitura de imagem e vídeo – pesquisar em diferentes fontes – selecionar informações – comparar pontos de vista.
Conteúdos atitudinais:
Respeito às diferenças – expor sua opinião diante dos colegas – compartilhar histórias e experiências – saber se colocar no lugar do outro.

Obs. Para saber mais sobre a diferença entre os conteúdos conceituais, procedimentais e atitudinais, clique aqui.

Metodologia:

1. Apresente dois textos que tragam visões diferentes sobre a sexualidade. Procure um texto que apoia a união homoafetiva e um que seja contra. Faça a leitura em sala de aula e promova um debate sobre o tema. Solicite aos alunos que pesquisem em diferentes fontes (jornais, revistas e sites) sobre argumentos contra e a favor do tema.
2. Separe a sala em dois grandes grupos: um deles apresentará argumentos a favor e o outro contra, os grupos utilizarão como base teórica as pesquisas. Após a discussão em grupos (15-20 minutos), faça os apontamentos na lousa comparando os argumentos. Solicite sempre a opinião dos alunos. Em hipótese alguma recrimine a opinião do seu aluno, independentemente do que ele disser, ponha na lousa. Terminado o quadro, trave outro diálogo sobre o tema. Dessa vez, solicite aos alunos um pequeno texto em grupos sobre a opinião deles.
3. Apresente o vídeo HETEROFOFIA.
Após o vídeo estabeleça outro debate, dessa vez procure fazer a relação entre o quadro construído, os textos produzidos o que foi assistido no vídeo.
4. Faça uma discussão geral sobre a intolerância trazendo uma reflexão sobre diferentes pontos de vista sobre suas crenças e opções sexuais. É importante deixar claro que a tolerância parte do princípio de respeitar o que é diferente às suas crenças.
5. Solicite uma nova produção textual com a opinião do aluno sobre tudo o que foi discutido.
Materiais:
2 textos contraditórios para iniciar o debate – giz e lousa – aparelho de vídeo.
Avaliação:
1 – pesquisa referente à primeira aula.
2 – texto em grupo.
3 – produção textual individual.

4 – Um painel também pode ser confeccionado com um mapa de conceitos do processo percorrido e os resultados obtidos.

Veja o vídeo HETEROFOBIA logo abaixo.

Postagens Relacionadas

Compartilhe com seus amigos

About the Author

Ivan Guedes

Prof. Dr. Ivan Claudio Guedes, Geógrafo e Pedagogo. Professor de Geografia na educação básica e Docente do curso de Pedagogia da Faculdade Progresso. Coloca todo o seu conhecimento a disposição de alunos acadêmicos, pesquisadores, concursantes, professores, profissionais da educação e demais estudantes que necessitam ampliar seus conhecimentos escolares ou acadêmicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *