Brasil tem maior taxa de reprovação no ensino médio desde 1999



16/05/2012


Em 2011, índice
de repetição foi de 13,1%, segundo o Inep.
No mesmo ano, a reprovação no ensino fundamental foi de 9,6%.
Do G1, em São Paulo

Em 2011, 13,1% de todos os estudantes matriculados
em algum ano do ensino médio estavam repetindo a mesma série feita em 2010. A
taxa de reprovação no ensino médio, incluindo tanto a rede pública quanto as
escolas particulares, foi divulgada pelo Instituto Nacional de Estudos e
Pesquisas Educacionais (Inep) na tarde de segunda-feira (14) em seu site, com
base nas informações do Censo Escolar 2011.
saiba mais
Esse é o pior índice desde 1999, primeiro ano com
dados disponíveis no site do Inep. Entre 2006 e 2007, o órgão alterou a
metodologia e adotou a taxa de rendimento em vez de índices de evasão escolar.
Porém, o número de alunos repetentes no ensino médio, que desde 2007 oscilava
em cerca de 12%, acabou sofrendo um leve salto depois de cinco anos
 (veja
tabela abaixo)
.
O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse
nesta quarta-feira (16), no Rio de Janeiro, que “precisa um estudo mais
aprofundado para analisar” o aumento da taxa de reprovação no ensino médio
em 2011 em relação aos anos anteriores. “Para avaliar o ensino, a taxa de
reprovação é um dos indicadores de fluxo. O outro é a qualidade do aprendizado.
Como o ensino médio é predominantemente estadual e nós tivemos mudanças de
governo em muitos estados no ano passado, novos secretários de educação, novas
atitudes, novos procedimentos, talvez tenha aí alguma explicação. Mas eu não
quero me adiantar antes de um estudo mais aprofundado”, disse Mercadante.
Taxas de reprovação e
abandono no ensino médio*
Ano
Taxa de reprovação
Taxa de abandono
2011
13,1%
9,6%
2010
12,5%
10,3%
2009
12,6%
11,5%
2008
12,3%
12,8%
2007
12,7%
13,2%
Fonte: Inep/MEC
*O
rendimento dos estudantes é composto de quatro taxas: aprovação, reprovação,
abandono e taxa de não-resposta (matrículas sem informação suficiente para
que o Inep possa categorizá-las)
Os estados com maior índice total de reprovação no
ensino médio são Rio Grande do Sul (20,7%), Rio de Janeiro (18,5%) e Distrito
Federal (18,5%), Espírito Santo (18,4%) e Mato Grosso (18,2%).
A rede municipal de ensino na região urbana de
Belém, no Pará, foi a que apresentou o maior índice de reprovação do país:
62,5% seguida pela rede federal na zona rural do Mato Grosso do Sul, com 40,3%.
Os estados com menores taxas de repetição são
Amazonas (6%), Ceará (6,7%), Santa Catarina (7,5%), Paraíba (7,7%) e Rio Grande
do Norte (8%).
Taxa de
abandono

Os dados sobre o rendimento dos estudantes é dividido em quatro categorias:
taxa de aprovação, taxa de reprovação, taxa de abandono e taxa de não-resposta
(TNR), composta matrículas que não se encaixam nas outras categorias por falta
de informação nas escolas.
Apesar do aumento na taxa de reprovação, o índico
de abandono no ensino médio vem caindo de maneira constante: em 2007, 13,2% dos
estudantes que estavam no ensino médio em 2006 haviam desistido de estudar,
enquanto em 2011 o número de desistentes em relação a 2010 foi de 9,6%.
VEJA OS ÍNDICES DE
REPROVAÇÃO DE ALUNOS NA EDUCAÇÃO BRASILEIRA POR ESTADO (em %)
TAXA DE REPROVAÇÃO
NO
ENSINO FUNDAMENTAL

TAXA DE REPROVAÇÃO
NO
ENSINO MÉDIO
UF
Total
Rede
pública
Rede
particular
Total
Rede
pública
Rede
particular
BRASIL
6,9
10,6
3,5
13,1
14,1
6,1
AC
7,9
8,2
8,2
8,5
8,7
4,5
AL
15,2
16,7
4,0
10,9
11,4
8,0
AM
10,2
10,7
3,4
6,0
5,9
8,9
AP
9,8
10,4
1,7
13,9
14,7
4,7
BA
15,2
16,3
4,3
15,6
16,3
7,4
CE
7,8
8,6
3,8
6,7
6,9
5,0
DF
10,8
13,3
3,0
18,5
22,3
7,1
ES
11,2
12,3
2,9
18,4
20,4
5,4
GO
7,6
8,6
2,8
12,9
14,0
5,9
MA
8,9
9,4
2,8
9,1
9,4
4,6
MG
7,3
7,8
3,2
12,6
13,3
6,8
MS
14,1
15,2
2,9
17,1
18,6
6,5
MT
3,6
3,8
2,1
18,2
19,5
4,7
PA
10,9
11,5
3,2
12,4
13,1
4,6
PB
11,9
13,3
3,3
7,7
8,1
5,3
PE
11,7
13,5
3,9
10,0
10,6
5,6
PR
9,5
10,3
2,5
12,6
13,8
4,1
PI
12,8
13,9
4,6
9,7
10,1
6,6
RJ
13,1
14,9
5,5
18,5
20,1
9,9
RN
14,9
17,1
4,5
8,0
8,1
7,8
RO
14,2
15,0
3,6
13,3
13,8
6,5
RR
9,3
9,7
2,7
13,2
13,7
6,6
RS
13,1
14,1
3,7
20,7
22,2
8,1
SC
4,4
4,6
2,0
7,5
7,9
4,6
SE
19,5
22,1
5,9
13,7
14,7
8,9
SP
4,9
5,4
2,6
13,9
15,3
4,6
TO
9,1
9,5
3,2
10,4
10,5
8,6
Fonte: Inep/MEC
Ensino
fundamental

Em 2011, segundo o Inep, o ensino fundamental teve taxa de reprovação de 9,6%.
Os estados com maior índice total de reprovação neste ciclo do ensino básico
são Sergipe (19,5%), Bahia e Alagoas (15,2%), Rio Grande do Norte (14,9%) e
Rondônia (14,2%). A rede estadual de Bahia e Sergipe também têm os piores
indices do país: 26,6% e 22,5%, respectivamente entre as escolas na zona
urbana.
Os estados com menores taxas são Mato Grosso
(3,6%), Santa Catarina (4,4%), São Paulo (4,9%), Minas Gerais (7,3%) e Goiás
(7,6%).

Postagens Relacionadas

About the Author

Ivan Guedes

Prof. Dr. Ivan Claudio Guedes, Geógrafo e Pedagogo. Professor de Geografia na educação básica e Docente do curso de Pedagogia da Faculdade Progresso. Coloca todo o seu conhecimento a disposição de alunos acadêmicos, pesquisadores, concursantes, professores, profissionais da educação e demais estudantes que necessitam ampliar seus conhecimentos escolares ou acadêmicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *